Floating FB popout byInfofru

For more plugins visitReviewresults

SigeCom

Sistema de Gestão para Assessoria de Imprensa e Comunicação

Como lidar com o excesso de informações

Gostamos e necessitamos de informações, quanto mais variadas forem, com qualidade e dentro de temas que nos interessem, contribuem para nossa formação intelectual, para nossa criatividade e uma vida mais sociável. No entanto, informações em excesso e sem controle podem se tornar um problema de tempo e saúde. Pesquisas recentes mostram o efeito de consumo de glicose no cérebro ao longo do dia, devido esse consumo que temos de informações. Sem glicose, tomamos piores decisões, procrastinamos e não temos paciência para ler aquele e-mail longo no fim do dia, que acaba sendo marcado como não lido para o dia seguinte. A tecnologia enlouqueceu nossa vida com a facilidade de acesso a milhões de fontes sobre o mesmo assunto, mas também pode ser nosso salvador da pátria. No meu próximo livro (Resultados & Equilíbrio – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?), que lanço em maio, acumulei um volume de informação gigantesco ao longo de dois anos para compilar dados relevantes para o livro. Vou compartilhar o que apliquei nesse processo, que na verdade é um pequeno método de processamento de informação que consiste em 4 etapas: 1 – Filtrar – Eu acessava 113 blogs sobre produtividade, tecnologia, qualidade de vida e empreendedorismo. Irreal, mas a gente vai colocando nos favoritos e quando dá conta perde o controle. Eu simplesmente cancelei minha conta no Google Reader e comecei uma do zero com a missão de não ter mais de 10 blogs, o que me gera uma média de 4 posts/dia, bem mais razoável. 2 – Capturar – Eu tenho usado o Feedly no Ipad e Chrome para ler esses posts, o que faço sempre que estou no avião. Agora o que tem sido uma coisa fantástica é o Voice Reader que lê os meu... [Leia mais]

Sigecom permite compartilhar clipping nas redes sociais

A correria na rotina de qualquer empresa está cada vez maior, são muitas demandas, ferramentas e novas tecnologias. Portanto, economizar tempo é vital para o bom funcionamento de qualquer agência de comunicação. Pensando nisso, o Sigecom disponibiliza aos seus usuários o compartilhamento das notícias clipadas nas redes sociais mais populares: Twitter, Facebook, Orkut, Linkedin e Google+. Para compartilhar é simples, após cadastrar a notícia na área de clipping, basta clicar no botão da respectiva rede social e compartilhar. A notícia será publicada no perfil que estiver logado, como a página da agência, por exemplo. É mais uma forma de dar visibilidade ao cliente e mostrar o trabalho realizado pela agência, economizando tempo. Outra vantagem do Sigecom é usar o armazenamento em nuvem para o clipping. O sistema evita a perda de qualquer arquivo caso aconteça algum problema nos computadores ou documentos em papel e traz segurança para o cliente. Além disso, resulta na facilidade de organização do dia a dia da agência de comunicação.  Ao incluir o clipping no sistema – o que pode ser feito de qualquer computador, bastando inserir login e senha – os arquivos podem ser acessados facilmente através do sistema de busca. São vários os parâmetros de consulta, por tipo de mídia, data veículo ou cliente. Quando for necessário produzir relatórios basta selecionar as notícias que devem estar no arquivo e clicar em “Gerar Relatório”, que é disponibilizado em doc ou PDF. 

Clipping sem complicação

O clipping pode se tornar um trabalho cada vez mais complicado com o passar do tempo. São muitos papéis arquivados, afinal, ali está a história de toda a divulgação do cliente realizada através dos anos. Além disso, se algum material antigo é solicitado ou é preciso consultar alguma divulgação de evento de anos anteriores, a busca pode resultar em muito tempo perdido. Imagine então, se os arquivos são danificados, tanto os físicos quanto os digitais? Usar o armazenamento em nuvem, como é feito no Sigecom, é a melhor solução para evitar este tipo de problema, além de resultar em economia de tempo e facilidade na organização do dia a dia da agência de comunicação.  Ao incluir o clipping no sistema – o que pode ser feito de qualquer computador, bastando inserir login e senha – os arquivos ficam armazenados com segurança e podem ser acessados facilmente através do sistema de busca. São vários os parâmetros de consulta, por tipo de mídia, data veículo ou cliente.  Além disso, quando for necessário produzir relatórios basta selecionar as notícias que devem estar no arquivo e clicar em “Gerar Relatório”, que é disponibilizado em doc ou PDF. Ainda é possível escolher incluir capa ou não. Também existe a possibilidade de mandar o clipping de uma única notícia através de um link gerado pelo sistema, que fica armazenado no servidor.

O mailling em um único ambiente

Para muitas agências de comunicação a tarefa de enviar releases para imprensa pode ser um tormento. O mailling está armazenado em planilhas no excel e não se tem o controle de quem recebeu ou abriu o email. Além disso, se tudo der certo e o release for publicado ainda existe o clipping, que precisa ser feito relacionado à pauta disparada aos contatos. Portanto, se tudo isso estiver reunido em um só local a vida dos assessores fica muito mais fácil. A centralização de mailling, releases e clipping em um único ambiente, como é possível no Sigecom, economiza tempo e ainda possibilita saber qual contato recebeu, leu e veiculou a pauta em questão. Caso seja necessário usar os mesmos contatos para o envio de outra pauta, não tem problema. O usuário pode criar um grupo, como “colunistas de internet” ou “editores de economia”, e exportar os contatos para este grupo, selecionando-o sempre que necessário. No Sigecom, os usuários também podem cadastrar os jornalistas levando em conta estado, cidade, perfil, veículo, editoria e abrangência. Além de telefone e email a data de aniversário também pode ser adicionada.