Floating FB popout byInfofru

For more plugins visitReviewresults

SigeCom

Sistema de Gestão para Assessoria de Imprensa e Comunicação

Agendamento de mídias sociais: não deixe sua empresa entrar em uma tragédia

Nas mídias sociais ou nas ruas, não há como saber quando uma tragédia irá acontecer. Acontecimentos como o incêndio da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), não têm como serem previstos. Mas da mesma forma que as casas noturnas podem investir em segurança para desenvolverem uma estratégia de prevenção, evitando que problemas graves aconteçam, sua empresa pode manter uma estratégia preventiva para evitar que casos de maior gravidade a peguem desprevenida nas mídias sociais.

Dois casos em específico chamaram a atenção de forma bastante negativa nas páginas de Facebook de empresas após a tragédia no Rio Grande do Sul. Nenhuma das empresas destes casos esteve de alguma forma envolvida no acontecido, mas por uma terrível coincidência, suas postagens (certamente agendadas antes do final de semana sequer começar) acabaram sendo de péssimo tom no contexto em que se encontravam.

Primeiro, o caso mais visual e mais grave:

 

 

Esta publicação foi feita no domingo pós-tragédia, exatamente quando todos os veículos da imprensa falavam sobre o caso e reafirmando os riscos de se atuar com pirotecnia em ambientes fechados. Se esta publicação poderia ser considerada de mau gosto por muitos em qualquer época do ano (existem leis proibindo pirotecnia em locais fechados, além de poder incentivar este tipo de brincadeira com fogo por pessoas não treinadas), imagine após uma tragédia como a que tomou corpo no último final de semana.

Quem trabalha com mídias sociais acaba tendo que se acostumar com o uso de ferramentas que possibilitem este trabalho. A internet não fecha, está ativa durante as 24 horas do dia, inclusive nos finais de semana. Por isso, é necessário se utilizar destas ferramentas, que possibilitam ao profissional deixar as publicações já agendadas. Isso é muito bom por trazer praticidade ao profissional, mas pode ser um problema grave caso algo não previsto aconteça no período entre o agendamento e a publicação.

Este é exatamente o caso da publicação desta casa noturna. Se esta publicação tivesse sido feita sem que a tragédia ocorresse, ninguém reclamaria. Provavelmente até renderia uma boa quantidade de curtidas e compartilhamentos. Mas um fato aconteceu exatamente entre o período do agendamento e da publicação, mudando toda a história.

Outro caso semelhante ocorreu com esta publicação: 

 

Apesar de não ser visualmente tão impactante, esta publicação no Twitter acabou sendo de um terrível mau gosto, graças à falha de timing. Novamente, se nada tivesse acontecido, não traria nada de negativo para a empresa, porém graças às circunstâncias, tornou-se uma brincadeira sem o mínimo de graça.

Ambas as publicações foram feitas com boas intenções. Mas uma sequência de fatos fez com que elas tenham sido terríveis. Atingem negativamente a marca da empresa que as publicou, além de ser uma falta de respeito com aqueles que perderam alguém na tragédia.

Isso não quer dizer que sua empresa não possa agendar publicações nas mídias sociais. A mensagem que fica é que sempre podem acontecer imprevistos. Nem todos os imprevistos são tão terríveis quanto os deste final de semana, mas imprevistos acontecem a todo o momento, todos os dias.

Por isso, apenas agendar uma publicação não é o suficiente. Sua empresa precisa de atenção especial, ela precisa de acompanhamento e de um olhar atento o suficiente para saber quando uma mensagem precisa ou não ser alterada, editada ou excluída antes mesmo de sua publicação.

Já acompanhei pessoalmente dezenas de problemas causados por agendamento. Já vi políticos presentes em um funeral, prestando pesar à família, enquanto seu perfil no Twitter respondia os internautas no mesmo momento. Já vi empresas desejarem um animado “Bom dia, como foi o seu final de semana? O nosso foi ótimo!” na manhã seguinte ao desastre que tomou Blumenau em novembro de 2008, e já vi até mesmo perfis celebrando o belo dia de sol durante uma chuva torrencial.

Agendar publicação não é algo que deva ser temido, muito menos evitado. Mas deve ser utilizado com bom senso, sabedoria e – principalmente – agilidade.   

Fonte: Noticenter