Floating FB popout byInfofru

For more plugins visitReviewresults

SigeCom

Sistema de Gestão para Assessoria de Imprensa e Comunicação

Quando fazer pauta casada e por quê?

Os assessores de imprensa estão sempre disputando os poucos espaços editoriais dos veículos de comunicação. Em algumas situações é mais estratégico unir forças e trabalhar uma matéria conjunta do que correr o risco de não emplacar a pauta tão bacana, mas exclusiva de um único cliente. É nesse sentido que vale apostar na pauta casada!

Por exemplo: você tem um cliente da área de gastronomia e um parceiro de outra assessoria atende uma farmácia ou uma floricultura. Ambos estão com ações especiais para uma determinada data comemorativa e irão trabalhar suas novidades via assessoria de imprensa. Levando em consideração que os clientes não são concorrentes, por que não juntar as duas ideias e o oferecer uma pauta mais robusta aos veículos? 

Nesse caso, o segredo é contar com boas parcerias que possam ser fontes e personagens complementares paras as pautas do seu um cliente – e vice-versa. O assessor, por sua vez, precisa ser versátil e trabalhar as matérias com foco nas necessidades e interesses do veículo de comunicação no qual pretende emplacar. Muitas vezes, oferecer uma matéria que trata apenas de um caso isolado ou que explora somente um ângulo de uma discussão mais ampla pode tornar a pauta fraca e pouco atraente ao jornalista do outro lado do balcão.

Leitura recomendada: Como definir pautas para os clientes

No entanto, quando se consegue reunir dados de mercado (em parceria com entidades de classe, por exemplo) ou indicar mais personagens e fontes complementares, o conteúdo ganha corpo e a pauta passa a ser convidativa, principalmente por reduzir o tempo de trabalho do repórter, que está com a rotina cada vez mais apertada.

Se o material incluir fotos profissionais e em boa qualidade, com foco jornalístico, as chances aumentam ainda mais. Por isso, o networking para quem trabalha com assessoria precisa ser sempre ampliado. Mais do que conhecer e se relacionar bem com clientes, prospects e jornalistas, o convívio com o mercado pode ser uma mão na roda e trazer benefícios para ambos os lados.

Participe de eventos, conheça as entidades de classe e busque informações complementares sobre o universo de atuação do cliente, assim como visualize oportunidades em empresas de outras áreas, mas que podem somar e enriquecer pautas conjuntas. Tudo começa com o olhar atento e uma boa dose de criatividade.

Teste Grátis o SigeCom, o sistema que vai auxiliar o seu trabalho.