Floating FB popout byInfofru

For more plugins visitReviewresults

SigeCom

Sistema de Gestão para Assessoria de Imprensa e Comunicação

Exclusividade ou prioridade - como trabalhar pautas importantes

A estratégia em assessoria de comunicação inclui geralmente o planejamento de divulgação de pautas e notas para os veículos de imprensa. Seja um evento, o lançamento de um produto ou a promoção de um novo serviço prestado do cliente, algumas ações seguem um procedimento padrão - coleta de informações, redação do texto ou pauta-base, aprovação com o cliente e disparo para a imprensa em formatos diferenciados de acordo com o tipo de mídia.  

Mas como definir qual o melhor caminho a seguir a partir desse momento? A definição das prioridades de envio depende muito do feeling do assessor e do interesse do cliente. 

Muitas vezes uma boa emplacada em uma coluna de economia de um jornal de grande repercussão pode ter mais relevância para o  assessorado do que várias pautas em sites ou jornais locais, por exemplo.

Leitura recomendada: Dicas certeiras para um follow-up com excelentes resultados

Com essa informação na manga, é possível traçar um cronograma de ações que prevê o envio de notas exclusivas ou em primeira mão para colunas ou veículos prioritários. Assim, fica mais fácil conseguir atrair a atenção do jornalista que anseia por novidades e furos de reportagem. 

No entanto, adotar a estratégia de exclusividade requer um comprometimento seríssimo com o profissional para quem a pauta ou nota foi oferecida, sob o risco de perder a credibilidade como assessor de imprensa e ainda manchar a imagem do cliente junto ao veículo caso a informação seja veiculada em outros meios. 

O primeiro passo é esclarecer para o assessorado que essa decisão faz parte do plano de comunicação - e que a informação deve ser mantida em sigilo até ser divulgada pelo jornalista com o qual a pauta exclusiva foi negociada. 

Um equívoco comum das assessorias de imprensa é a redação de diferentes notas com o mesmo tema e conteúdos semelhantes para diferentes colunas. Nesse caso, o material não pode ser oferecido como exclusivo, já que os dados se repetem apenas com formatos diferenciados. 

A informação em primeira mão também pode ser uma boa alternativa quando se deseja seguir com a divulgação de uma pauta após trabalhar o veículo prioritário. O mais indicado, nessa situação, é ser sincero com o jornalista e informar que ele está recebendo o material em primeira mão - mas não com exclusividade, já que após a publicação, o conteúdo será repassado a outros jornais, sites, revistas ou programas de rádio e TV.  

Assim também é possível negociar um prazo para a utilização da pauta ou nota, informando que a prioridade será mantida por tantos dias ou conforme o interesse do veículo - já que é o mais desejado para atingir os objetivos do cliente.